Não fique desatualizado. Receba novidades no seu e-mail

Autor: Lula Vieira

Céus de outrora

Quem viajou, viajou, quem não viajou, pode ter certeza que a farra acabou

Adeus anos velhos

É difícil crer, mas vamos viajar de
outra forma, comer de outra maneira, vestir outras roupas. Exagero? Não

Um estagiário no céu

Nem olharam para mim. Mandaram eu deixar o envelope na caixa e obrigado

Diário da toca

Não adianta mandar os pratos, após a refeição, irem para a pia e se lavar

Até um dia mais alegre

Outro anúncio, da United States
Rubber Export, mostra um piloto de bombardeio acenando para o leitor

Diário do ócio

Já organizei meus lápis, minhas canetas e material de escritório. Minhas fotos estão todas arrumadinhas por temas

Prisão domiciliar

Sou um homem completo. Cozinho, lavo, tiro pó dos móveis, varro qualquer tipo de chão

Correspondência da toca

Nenhum autor poderia imaginar que a humanidade inteira tivesse o sentimento do medo trazido por um invasor

Carta de um confinado

Meia dúzia de cliques. É o que custa para verificar se alguma
informação é verdade ou mentira

Sinal dos tempos

Não consigo compreender alguns comportamentos que
estão se tornando padrão

Nós, os marqueteiros

Outro engano que as pessoas cometem é exagerar no nosso poder em transformar o candidato

Debaixo d’água

Nessas horas penso em milhares de outros como eu, que não têm a sorte de começar o dia com essa tranquilidade

Um ídolo

Castrinho. O maestro da banda do Colégio Militar